Skip to main content

A Receita Federal iniciou a operação “Fonte Não Pagadora” para dar a oportunidade às empresas de se autorregularizarem. 

Ao todo, foram enviadas  mais de 6 mil cartas para as organizações que declararam retenções na Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) , no montante de R$ 810 milhões e cujos correspondentes não foram encontrados pela Receita.

Para se autorregularizarem, as empresas precisam efetuar o recolhimento ou o parcelamento das diferenças entre os valores que foram declarados e não recolhidos, além de acompanhar os acréscimos legais, até 15 de maio deste ano.

As empresas convocadas para autorregularização podem conferir também o portal do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) , onde consta notificação sobre o tema.

Passado o período concedido para a autorregularização, a Receita irá iniciar a fase de autuação.

Para ajudar, a autarquia criou uma página com todas as instruções e um vídeo apresentando informações importantes sobre a operação, basta clicar aqui.

Além disso, é importante destacar que para aquelas empresas que não receberam a carta do órgão, porém identificaram a falta de recolhimento ou equívoco na prestação de informações, também podem fazer a  autorregularização, enquanto não se inicia o procedimento fiscal.

Leave a Reply

Informações Gerais

Endereço:
R. Mar de Sufe, 114 - JARDIM IMPERIAL, Manaus - AM, 69058-438

WatsApp:
92 99994-1651